Euritmia

Euritmia é a arte do movimento que visa harmonizar corpo, alma e espírito. Surgiu em 1912, na Alemanha, como fruto da pesquisa de Rudolf Steiner no âmbito da ciência espiritual Antroposófica. A partir desta arte, surgiu a Euritmia Terapêutica, em 1921, com intuito de atuar na recuperação da saúde, como uma fonte de vitalidade e bem-estar.

A forma de atuação da Euritmia Terapêutica é o movimento do corpo humano por meio de diferentes ritmos poéticos, sons vocálicos e consonantais, e tons musicais. A Euritmia nada mais é que a expressão da fala ou do canto visível.

Na Euritmia Terapêutica, os movimentos são executados de forma que retroajam sobre o organismo doente de quem o exercite, estimulando as forças plasmadoras cósmicas primordiais. Os movimentos dos fonemas são modificados de acordo com a doença. Cada som possui um gesto com uma atuação fisiológica e anímica específica.

Do ponto de vista da salutogênese, a Euritmia Terapêutica é indicada na profilaxia e na recuperação da saúde em doenças crônicas e degenerativas, bem como na melhora da qualidade de vida.

Algumas indicações: estresse, depressão, pânico, distúrbios digestivos e cardio-respiratórios, doenças reumáticas e problemas posturais.

A Euritmia Profilática ou Harmonizadora é ministrada em cursos para leigos e também nas escolas em que a linha pela pedagógica segue os princípios da Antroposofia.

A Euritmia Artística tem por finalidade a apresentação solo ou em grupo de peças musicais ou poemas.

A diferença entre Euritmia Profilática e Euritmia Artística é que a primeira pode ser feita por leigos e tem uma atuação profilática, e a segunda é realizada por euritmistas formados em palcos como um espetáculo ou programa artístico.

PROFISSIONAL QUE ATUA NESTA ÁREA